‘Hell Let Loose’ | Um Indie com predicados AAA

Leandro Stenlånd

|

7 de dezembro de 2021

Hell Let Loose é um jogo de FPS que vai convencer o jogador que, de certo modo, estamos no melhor momento da era de jogos multiplayer. Independentemente de qual jogo você costume jogar, existe algum por ai que você se identifica. E, assim, para quem é fã desse gênero que envolve o militarismo, este game vai te deixar bem feliz. Tudo bem que ninguém dará nada pelo título, afinal não passa de mais um game Indie desenvolvido pela Black Matter Pty e distribuído pela Team17. Ainda assim, é necessário dar uma chance ao jogo.

Muito parecido com games do gênero, aqui temos que sair empurrando um time adversário e tentar claramente derrotá-los e não há Respawn toda vez que você morre. Apenas terá como utilizar o artifício em determinados pontos marcados pelo líder. Sabe o que é mais interessante? É que o artifício nem sempre estará próximo. Ademais, em um determinado momento tivemos que andar muita coisa para chegar onde o tiroteio rolava solto. Em questões de medida, estava quase que quilômetros da batalha. Se fossemos o protagonista, a história estaria perdida.

Hell Let Loose

Batalhas emblemáticas

Aqui seu personagem terá de lutar nas batalhas mais emblemáticas da Frente Ocidental, como Carentan, Omaha Beach, Foy e muito mais. Trata-se um tipo de combate numa escala totalmente nova para o jogador tendo acesso a tanques imensos dominando o campo de batalha e linhas de suprimento essenciais abastecendo as linhas de frente.

Com mais de nove vastos mapas modelados com base em imagens reais de reconhecimento e dados de satélites, o campo de batalha é dividido em grandes setores de captura, proporcionando uma jogabilidade ímpar, contrapondo duas forças de 50 jogadores numa luta até a morte em campos, pontes, florestas e cidades numa linha de frente em constante evolução.

Uma escolha difícil

Escolha entre 14 funções entre os tipos de unidade infantaria, batedor e blindado, cada qual com armas, veículos e equipamentos. Jogue como Oficial, Vigia, Atirador de Metralhadora, Médico, Engenheiro, Comandante de Tanque e muito mais, vivenciando cada aspecto do combate da Segunda Guerra Mundial.

Os veículos, armas e uniformes históricos são reproduzidos nos mínimos detalhes e o combate é brutal e sangrento como era na época. Assim, precisamos mencionar que, a luta ocorre em mapas de campos de batalha reais, recriados usando fotografias aéreas de arquivo e imagens de satélite em detalhes impressionantes usando a Unreal Engine 4.

Hell Let Loose

Uma coisa que você precisa entender é que o foco de Hell Let Loose não são os abates em si, mas o trabalho em equipe. A comunicação é uma das coisas mais essenciais no game. Os jogadores trabalham juntos sob a liderança de oficiais e de seu Comandante para tomar alvos estratégicos no campo de batalha e dominar o adversário.

Invadir as linhas inimigas também é legal. A saber, outro detalhe interessante é o metajogo. Essa função é exclusiva na captura de setor exige que as equipes tomem continuamente decisões táticas de grande escala sobre onde atacar ou defender. Assim, você consegue gerenciar recursos e suprimentos para solicitar apoio, bombardeios, novos veículos e rasantes de metralhadora, além de reforçar as fortalezas ou flanquear os inimigos. A estratégia é a chave do negócio.

A Experiência

O jogo visualmente nem é lá grandes coisas e o áudio idem, mas essa não é a proposta do título. A experiência pode ser frustrante em certos momentos porque depende muito do jogador. Novatos no gênero, principalmente aqueles que amam modo história, com respawn infinito em checkpoints próximos, talvez abandonarão o game após algumas tentativas e não há como culpa-los. Porém, quem é veterano no formato, vai se esbaldar.

Hell Let Loose poderia se tornar algo muito além de Call of Duty, Black, Medalha de Honra ou até mesmo Battlefield. No entanto, o jogo fica muito limitado à comunidade envergar-se a tentar uma nova vereda quando o assunto é multiplayer em um título que nem todo mundo comprará, tornando a experiência longe de algo autêntico. Hell Let Loose é sobre trabalho em equipe e sem isso, você vai sentir na pele os problemas que a guerra trouxe outrora.

Hell Let Loose

VEREDITO

Hell Let Loose traz consigo bastante dos predicados de um jogo AAA, porém ele tem muito ainda o que melhorar em questão de preço, afinal pagar quase R$ 200,00 em um jogo indie que depende de usuários comparem para termos uma boa experiência, é como dar tiro no escuro e aguardar pra acertar alguém. Seu maior calcanhar de aquiles, sem sombra de dúvidas, é o preço e, infelizmente, não há nada o que se fazer quanto a isso.

Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Leandro Stenlånd

Leandro não é jornalista, não é formado em nada disso, aliás em nada! Seu conhecimento é breve e de forma autodidata. Sim, é complicado entender essa forma abismal e nada formal de se viver. Talvez seja esse estilo BYRON de ser, sem ter medo de ser feliz da forma mais romântica possível! Ser libriano com ascendente em peixes não é nada fácil meus amigos! Nunca foi...nunca será!
7
GRÁFICOS

Créditos Galáticos: 7

JOGABILIDADE

Créditos Galáticos: 8

DIVERSÃO E IMERSÃO

Créditos Galáticos: 9

ÁUDIO

Créditos Galáticos: 6

HISTÓRIA

Créditos Galáticos: 5

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme