Level 11

Level 11 retorna visceral e poética em ‘Rexista!’

Jhone Silva

|

20 de dezembro de 2021

No dia 1º de agosto de 2021, a banda Level 11 retornou Rexista! com o seu segundo e mais íntimo álbum de estúdio. O novo projeto da banda traz 10 faixas integralmente escritas e produzidas pelo quarteto paulistano e expressam a esperança de dias melhores e a angústia gerada pela pandemia. Além disso, é nítida a colaboração e entrosamento da banda no decorrer do disco.

O álbum da Level 11 abre maravilhosamente com a faixa homônima, “Rexista!”. Um som que inicia de forma magistral, tendo um riff muito característico e robusto. Além disso, a música é uma excelente escolha para abrir o álbum, fazendo com que ouvinte comece a bater cabeça desde já.

Na sequência, mantendo a mesma visceralidade no riff da guitarra, nos é apresentado “Assuma o Risco”. O mais surpreendente dessa faixa é o baixo extremamente presente, característica que, certamente, soma muito no peso e qualidade da faixa. Ademais, a letra é um convite para que você se desafie e tome suas próprias decisões; assumindo os riscos das mesmas.

Punk, pop, puro dinamismo

Em seguida, ouvimos um punk rock raiz em, “Nada Além de ser feliz”, com guitarra rápidas e sujas, além do baixo e bateria pesadíssimos determinando o tempo do som. Contudo, apesar do peso sonoro, a letra da música tem uma temática pra cima, talvez alegre, falando sobre superação e aprendizagem. Além disso, a faixa tem participação do músico Nandão SG.

Nada No Espelho” é extraordinária! A faixa começa com uma cadência bem gostosa, tendo a guitarra e bateria como base ditando a sonoridade e crescimento da música enquanto o refrão se aproxima. Ademais, o baixo neste novamente salta ao ouvido, estando muito presente e com uma pegada contagiante. No entanto, dessa vez também e necessário salientar a qualidade e dinâmica vocal de Marcelo Júnior, que demonstra uma vasta tecnicalidade e extensão vocal durante toda a música.

“Dessa Vez” é um pop rock muito agradável de ouvir. Uma música que fala de amor, introspecção e autoconhecimento. Desta vez, toda a banda destaca-se, criando um som com uma levada cativante que te fará refletir enquanto mexe esse corpinho.

Por outro lado, “Faça o Bem” é uma música bem dinâmica, tendo momentos suaves e mais pesados, mas sempre com uma vibe bem gostosa. Além disso, a banda traz uma mensagem bem otimista, mostrando que a bondade não é apenas uma utopia na cabeça de alguns. Por fim, a faixa conta com a participação do rapper Pachini fazendo sua poesia reflexiva, que se encaixa extraordinariamente.

Novas facetas musicais

“Não fique assim (Se Confia em Mim)” é um convite à introspecção. Sonoramente é muito agradável. O baixo é um grande responsável por essa boa vibe da música, além disso, a bateria bem marcado e a guitarra mais presente no pré-refrão são excelentes complementos, que criam uma agradável experiência sonora.

“Verônica” é um caso curioso, visto que embora tenha sido gravada há pouco tempo, foi escrita pelo vocalista Marcelo Junior há 20 anos. Segundo ele, “a canção tinha se perdido no tempo até que hoje ela ganhou vida e sentido através da Verônica”. A sonoridade da música é suave e encantadora, além de te transportar para uma atmosfera calma e serena. Ademais, outro destaque do som é o solo marcante do guitarrista Thiago Martins. Por fim, o videoclipe mostra a história de um casal que enfrenta dificuldades no relacionamento, principalmente pela indiferença do homem e a solidão da esposa. No entanto, no fim surge a oportunidade de um recomeço.

Em “Só um motivo”, com aparente influência de indie rock e folk, a banda produz uma excelente música principalmente marcada por um violão e bateria conversando suavemente.

Enfim, “Você Venceu” é uma grata e surpreendente combinação de rock e MPB. Além disso, a faixa parece finalizar uma espécie de narrativa em sua letra. Não que seja um álbum conceitual, no entanto há um claro desenvolvimento de personagem acontecendo durante o disco.

Portanto, a Level 11, em Rexista!, seu segundo álbum, retorna fortemente entrosada, mostrando várias facetas musicais de cada integrante; e desejando desejam tocar a vida das pessoas através da poesia e do som.

Sobre a banda

Formada em 2015, por dois amigos de infância, a banda Level 11 traz em sua essência o compromisso de compartilhar mensagens de esperança através do rock’n’roll e a luta pelo combate à discriminação e desmistificação das doenças emocionais, mentais ou “da alma”. O líder e vocalista Marcelo Junior, sobrevivente da depressão, compartilha através das canções, fotos e poemas, pensamentos, sentimentos e aprendizados vivenciados por ele. A banda também conta em sua formação com Anderson Moura (guitarra), Fernando Souza (baixo) e Bia Oliveira (bateria).

Em 2018, o quarteto paulista lançou o seu álbum de estreia homônimo em parceria com o selo Musikorama e Universal Music. Atualmente, eles lançaram o segundo disco de inéditas, “reXista”. Além disso, a banda já emplacou alguns singles na programação da KISS FM e em 2020 realizou uma excelente performance no Estúdio Show Livre.

Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Ouça o novo álbum da banda Level 11: Rexista!

Jhone Silva

Um jovem paulistano que aproveita a boemia da maior cidade brasileira, embora prefira ficar trancado em seu quarto lendo, assistindo, escutando e jogando e fazendo arte. Mas sempre com uma qualidade duvidável, é claro.
8
Créditos Galáticos

Créditos Galáticos: 8

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme