O Esquadrão Suicida 2021 crítica de filme

‘O Esquadrão Suicida’ (2021) é ESPETACULAR!

Cadu Costa

|

4 de agosto de 2021

Inicialmente devo confessar não fazer parte do grupo que numa quase unanimidade odiou Esquadrão Suicida (2016), de David Ayer. Não o acho uma obra-prima, mas não vejo esse demônio todo. É um filme mais pastelão, quase sessão da tarde. Achei divertido.

Agora se a comparação for com esse O Esquadrão Suicida (The Suicide Squad) versão 2021, aí a coisa muda de figura. A história dos supervilões da DC ganhou uma segunda chance para brilhar e essa nova versão chega aos cinemas assinada pelo diretor de Guardiões da Galáxia, James Gunn.

E é simplesmente espetacular! É violento, caótico, engraçado, sujo, um verdadeiro misto de emoções. Pra começar temos o retorno dos personagens mais legais do primeiro filme – a falta de Will Smith não é sentida – e a adição de outros carismáticos personagens.

A história de O Esquadrão Suicida (2021)

Mas por onde começamos a falar desse grande filme? Pelo início, é claro. Só que sem precisar explicar novamente como os vilões são recrutados dentro de Belle Reve, a penitenciária que abriga criminosos da DC. Sendo assim, a ação começa a toda com Rick Flag (Joel Kinnaman) liderando novo um grupo de alucinados, no qual reaparecem Arlequina e Capitão Bumerangue, para cumprir uma missão na ilha de Corto Maltese, nação fictícia próxima a América do Sul. A missão logo se revela uma emboscada e Flag descobrirá que foi enviado para uma cilada pela líder Amanda Waller, novamente interpretada por uma brilhante Viola Davis.

Sem Will Smith e seu polpudo salário, o protagonismo recai novamente sobre a Arlequina de Margot Robbie, bem como os novos personagens Sanguinário e Pacificador, interpretados por Idris Elba e John Cena, respectivamente.

E de boa? Ficaram ótimos. O sarcasmo entre eles, as sequências de diálogos, as cenas de ação, tudo tomou outras proporções que não acreditaríamos ver num filme do gênero. Há espaço para ser selvagem, comentários maldosos e muita dose de anarquia.

O Esquadrão Suicida crítica de filme 2021

Novos personagens e versões

Outros novos personagens também são destaques como o esquisito Bolinha, um vilão muito engraçado com sérios traumas de infância causados pela mãe; a adolescente Caça-Ratos 2, que herdou do pai o dom de controlar todos os ratos do planeta – e entrega uma cena por si já clássica; e, claro, o Tubarão-Rei, ou simplesmente Nanaue, o mais forte do grupo.

Na versão de 2016 tinha o Crocodilo, outro animal predador em versão antropomórfica. Mas aqui, em O Esquadrão Suicida repaginado para 2021, Nanaue é muito além disso. Afinal, esse tubarão branco é fofo, sanguinário e infantil a ponto de você só torcer por ele em certos momentos. E, para melhorar, quem dá voz ao monstrengo é Sylvester Stallone.

E Arlequina? Ah, ela continua maravilhosa. Cruel, desbocada, fria, psicótica e empoderada. Há uma cena onde ela dá uma certa lição de como lidar com seus gatilhos sobre boys lixos.

Já na parte final, o grande inimigo d’O Esquadrão Suicida é um vilão extraído da primeira história publicada da Liga da Justiça, de 1960, onde os fãs de quadrinhos só faltarão ter um orgasmo nerd coletivo.

[youtube v=”6rZN1fjb7WM”]

A direção de James Gunn

Mas por que tudo isso funcionou só agora? A chave: um diretor com gosto pela anarquia, que rastejou da mesma lama tóxica de esgoto que a maioria dos personagens.

Durante todo esse filme de 2021, James Gunn processa a natureza meio sombria, meio absurda d’O Esquadrão Suicida com um abandono deliciosamente sangrento. Tem tanto brilho das páginas de uma história em quadrinhos que você pode praticamente sentir o cheiro da tinta.

Este é tão claramente o filme que eles deveriam ter feito da primeira vez que, mesmo enquanto você o vê se desenrolar com vários graus de deleite e descrença, você pode se descobrir odiando o filme anterior ainda mais.

O Esquadrão Suicida é o melhor filme de 2021 até agora e não apenas um clássico do gênero super-heróis, mas um clássico no geral. Não é para crianças. Mas também não é realmente para adultos. Entretanto, o eterno adolescente interior que vive dentro de nós quase certamente se divertirá muito.

Aliás, vai comprar algo na Amazon? Então apoie o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link: https://amzn.to/3mj4gJa.

Trailer de O Esquadrão Suicida (2021)

[youtube v=”h6bWwRCtg28″]

Elenco do filme O Esquadrão Suicida, de 2021

Margot Robbie
Idris Elba
Joel Kinnaman
John Cena
Viola Davis

Ficha Técnica

Título original do filme: The Suicide Squad
Direção: James Gunn
Roteiro: James Gunn
Distribuição: Warner
Data de estreia: qui, 05/08/21
Onde assistir ao filme ‘O Esquadrão Suicida’ (2021): nos cinemas
País: Estados Unidos
Gênero: ação
Duração: 132 minutos
Classificação: 16 anos

Cadu Costa

Cadu Costa era um camisa 10 campeão do Vasco da Gama nos anos 80 até ser picado por uma aranha radioativa e assumir o manto do Homem-Aranha. Pra manter sua identidade secreta, resolveu ser um astro do rock e rodar o mundo. Hoje prefere ser somente um jornalista bêbado amante de animais que ouve Paulinho da Viola e chora pelos amores vividos. Até porque está ficando velho e esse mundo nem merece mais ser salvo.
9
Créditos Galáticos

Créditos Galáticos: 9

Livros e Quadrinhos ‘Operação Obscura’ ‘Coração Marcado’ ‘Lua de Mel com a Minha Mãe’ ‘Bubble’ ‘Rumspringa’ SEC AWARDS 2022 A Megera Domada – Crítica do Filme