Pobres Criaturas - Filme 2023: uma obra-prima surrealista

Filme estreia em 1 de fevereiro nos cinemas brasileiros - Foto: Divulgação

Pobres Criaturas é uma obra-prima surrealista, bem como uma história de amor próprio e autoconhecimento

Everton Duarte

|

24 de janeiro de 2024

Em 2023, o diretor grego Yorgos Lanthimos lançou o filme Pobres Criaturas, como base no livro homônimo de Alasdair Grey, em clara referencia ao clássico Frankenstein, de Mary Shelley. O filme conta a história de Bella Baxter (Emma Stone), uma jovem trazida de volta à vida pelo cientista Dr. Godwin Baxter (Willem Dafoe). Livre dos preconceitos de sua época, Bella exige igualdade e libertação.

Leia mais:

Bella Baxter é uma jovem criada em um laboratório pelo Dr. Baxter. Ela é uma ‘criatura’ perfeita, sem defeitos físicos ou intelectuais. No entanto, Bella ainda não desenvolveu sentimentos. Assim como seu criador cita: “Sua idade mental ainda está fora de sincronia com sua idade física“.

Em determinado momento, Bella começa a se desenvolver e desperta um incontrolável desejo de conhecer o mundo. No entanto, ela desencorajado por seu seu noivo, Max McCandles (Ramy Youssef). É neste ponto que ela conhece Duncan Wedderburn (Mark Ruffalo), um galanteador com masculinidade frágil que leva nossa protagonista para vivenciar as maravilhas e horrores do mundo.

Ao longo de sua jornada, Bella começa a experimentar emoções como amor, alegria, tristeza, raiva, prazer, ódio e tudo o que nos transforma em seres humanos. Ela descobre o mundo e a si mesma – além de questionar a sociedade em que vive, um mundo patriarcal e opressor.

Pobres Criaturas - Filme 2023: uma obra-prima surrealista

Willem Dafoe é um dos destaques com Emma Stone – Foto: Divulgação

Versatilidade de Emma Stone

Emma interpreta Bella Baxter com maestria, demonstrando toda a versatilidade e qualidade da atriz. Ela consegue transmitir a frieza e a artificialidade de uma criatura sem sentimentos, bem como a descoberta de emoções e a luta por liberdade de uma jovem mulher. Não por menos, sua indicação ao Oscar é mais do que merecida, apesar da forte concorrência na premiação deste ano.

Outro grande destaque vai para incrível Willem Dafoe como o Dr. Godwin Baxter. Dafoe entrega um personagem complexo e perturbador ao qual tem dificuldade de mostrar seu amor fraternal por Bella. Além disso, Mark Ruffalo, e Ramy Youssef estão impecáveis em seus papéis que orbitam a jornada de Bella.

O brilhante roteiro

O roteiro de Tony McNamara, e Alasdair Gray é brilhante. A dupla consegue adaptar a história de maneira voraz e envolvente, ao mesmo tempo que traz uma releitura e uma crítica necessária à sociedade contemporânea.

A narrativa de Pobres Criaturas aborda temas importantíssimos, como feminismo, igualdade, liberdade, filosofia, machismo e, principalmente, a evolução do ser humano. E além de muito bem escrito, com diálogos inteligentes e humor ácido, a trama consegue amarrar a atenção do espectador do começo ao fim.

Pobres Criaturas - Filme 2023: uma obra-prima surrealista

Ambientação deslumbrante – Foto: Divulgação

Yorgos Lanthimos

No quesito direção, posso afirmar que Yorgos Lanthimos é um diretor visionário. Ele consegue criar uma atmosfera surreal e perturbadora, que é ao mesmo tempo fascinante e inquietante.

A escolha de filmar em preto e branco nos momentos em que Bella ainda não tem sentimentos é um recurso muito interessante. Ele ajuda a transmitir a falta de emoções de Bella à medida em que ela se descobre. Além disso, as escolhas técnicas para os ângulos filmados para demonstrar todo esse universo surreal e bizarro, fazem a perfeita simbiose para embarcarmos na jornada.

Outro grande acerto de Pobres Criaturas é sua fotografia, sob o comando de Robbie Ryan. O diretor irlandês consegue captar a essência da Era vitoriana ao qual a história se passa, além de criar uma ambientação bela e perturbadora.

Pobres Criaturas - Filme 2023: uma obra-prima surrealista

Mark Ruffalo está brilhante em Pobres Criaturas – Foto: Divulgação

Humana e vulnerável

Pobres Criaturas traz uma releitura feminista do clássico Frankenstein. No entanto, no clássico, a criatura é uma figura monstruosa e assustadora. No filme de Lanthimos, Bella é a personificação da figura humana, com sua complexidade e vulnerabilidade.

Além disso, o ser humano gigantesco do clássico é uma vítima de seu criador que o vê como uma aberração, não como uma pessoa. Bella, por outro lado, é uma figura de empoderamento que luta por sua liberdade e direitos.

Conclusão

Pobres Criaturas é uma obra-prima feminista e surrealista, além de uma crítica à sociedade contemporânea – bem como uma história de amor próprio, descoberta e empoderamento.

O filme é uma obra de arte que merece ser vista nas telonas e que ficará na memória do público por muito tempo. Pobres Criaturas é um filme que vai te fazer pensar e questionar a sociedade ao qual vivemos. E, possivelmente não levará o Oscar de Melhor Filme ou Atriz, mas com certeza é o meu favorito.

Por fim, não deixe de acompanhar o UltraCast, o podcast do Ultraverso que fala sobre Cultura Pop:

https://app.orelo.cc/uA26

https://spoti.fi/3t8giu7

Aliás, vai comprar algo na Amazon? Apoie, então, o ULTRAVERSO comprando pelo nosso link:

https://amzn.to/3mj4gJa

Trailer do filme Pobres Criaturas

Ficha Técnica do filme Pobres Criaturas

Título original: Poor Things

Direção: Yorgos Lanthimos

Roteiro: Tony McNamara, Alasdair Gray

Elenco: Emma Stone, Mark Ruffalo, Willem Dafoe, Ramy Youssef, Christopher Abbott, Jerrod Carmichael, Kathryn Hunter, Suzy Bemba

Onde assistir: Cinemas

Data de estreia: 01 de fevereiro de 2024

Duração: 141 minutos

País: Irlanda, Reino Unido, Estados Unidos da América

Gênero: Drama, Comédia, Romance, Ficção Científica

Ano: 2023

Classificação: 18 anos

Everton Duarte

Paulista, casado, jornalista em desenvolvimento, amante do mundo geek, co-fundador e editor-chefe do Ultraverso. Busco sempre o melhor em tudo o que me proponho a fazer.
5

Créditos Galáticos: 5

O que sabemos sobre Wicked Boa noite Punpun Ao Seu Lado Minha Culpa Lift: Roubo nas Alturas Patos Onde Assistir o filme Lamborghini Morgan Freeman